Voltar Página inicial
Núcleo Cultural da Horta
NCH Quem somos História Estatutos constitutivos Estatutos atuais
Atividades Notícias
Biblioteca virtual Boletins do NCH Outras publicações
Livraria virtual Boletins do NCH Outras publicações Como comprar
Proposta para sócio Links relevantes

Núcleo Cultural da Horta promove conferência “Do Regicídio à República: velhos inimigos e novos combates”

“Do Regicídio à República: velhos inimigos e novos combates” foi o tema da conferência que a investigadora Maria Alice Samara, do Instituto de História Contemporânea, proferiu dia 15 de Outubro na cidade da Horta.

A iniciativa, que decorreu no auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, foi do Núcleo Cultural da Horta e enquadrou-se num sarau músico-literário que serviu também de pretexto para a apresentação pública do “Boletim” anual desta instituição.

Prémio Fundação Mário Soares 2003, atribuído à sua dissertação académica “Sob o Signo da Guerra. Verdes e Vermelhos no conturbado ano de 1918”, Maria Alice Samara é actualmente doutoranda, tendo como área de estudo a história política da I.ª República Portuguesa.

Até ao presente, publicou os livros “Craveiro Lopes – Presidentes de Portugal – Fotobiografias” (em co-autoria com Fernando Rosas), “Sidónio Pais, Fotobiografias do Século XX” (coordenação de Joaquim Vieira) e “Verdes e Vermelhos. Portugal e a Guerra no ano de Sidónio Pais”.

“Impacte económico e social da Grande Guerra em Portugal”, “A I.ª República e a Grande Guerra. 1914-1918”, “Portugal 1900. Política e Economia” (co-autoria com Fernando Rosas), “A Política Externa e a Política de Defesa: do 5 de Outubro ao sidonismo”e “O Sidonismo: regime de tipo novo?” são alguns dos capítulos com que a autora já colaborou, também, em outras tantas obras colectivas.

Durante o sarau, que foi aberto à participação do público em geral, Yuriy Gertsev (violino), Natalia Bauer (violoncelo) e Ludmila Chovkova (piano), professores do Conservatório Regional da Horta, realizaram ainda um pequeno concerto, executando obras de W.A.Mozart (Trio em Sol-major – 1.º andamento), P.Tchaikovski (Elégie, opus 48), S. Prokofiev (Gavotte, opus 12 n.º 2), S. Rakof (Tango) e A.Piazzolla (Adios, noninho!).

Na sua edição deste ano, o “Boletim” do NCH, agora dirigido por Ricardo Manuel Madruga da Costa, tem como tema central o Bicentenário do Nascimento do Duque de Ávila e Bolama.

Última actualização a 08.12.2008 Voltar ao topo