Voltar Página inicial
Núcleo Cultural da Horta
NCH Quem somos História Estatutos constitutivos Estatutos actuais
Notícias
Biblioteca virtual Boletins do NCH Outras publicações
Livraria virtual Boletins do NCH Outras publicações Como comprar
Links relevantes

Núcleo Cultural da Horta edita livro “O Faial e a Periferia Açoriana nos Séculos XV a XX – Actas do IV Colóquio”

O Núcleo Cultural da Horta editou no final de Dezembro de 2007 o livro “O Faial e a Periferia Açoriana nos Séculos XV a XX – Actas do IV Colóquio”, numa tiragem de 500 exemplares.

Este volumoso livro, com 992 páginas, reúne as mais de três dezenas de comunicações que foram apresentadas na quarta edição daquele colóquio, que decorreu em Maio de 2006 nas ilhas do Faial e do Pico, numa iniciativa conjunta do Núcleo Cultural da Horta, da Câmara Municipal da Horta e da Coordenação da Direcção Regional da Cultura na ilha do Faial.

O colóquio “ O Faial e a Periferia Açoriana nos séculos XV a XX” , cuja primeira edição remonta a 1993, realiza-se ultimamente de quatro em quatro anos e tem como objectivos estimular a investigação, o debate e a divulgação de temas de natureza histórica que incidam, essencialmente, sobre as ilhas de Santa Maria, Graciosa, S. Jorge, Pico, Faial, Flores e Corvo, aquelas que, por serem mais periféricas, têm sido, também, objecto de menos estudos.

Em 2006, o colóquio, que decorreu entre os dias 7 e 11 de Maio, teve como subtema No Bicentenário do Consulado dos E.U.A nos Açores: o Tempo dos Dabney”, e incidiu nas seguintes seis áreas temáticas: Os Dabney e a Sociedade Açoriana do seu Tempo”, “ Diplomacia, Comércio e Indústria”, “Sociedade, Comportamentos e Religiosidades”, “Poderes, Instituições e Quotidianos”, População e Diáspora” e “Ciência, Cultura, Artes e Património”.

Paralelamente a este encontro, realizaram-se, ainda, diversas actividades culturais, com destaque para o lançamento de vários livros e para a Sessão Solene de Homenagem à Família Dabney, uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal da Horta e da Direcção Regional das Comunidades, que teve como palco a Sociedade Amor da Pátria.
Última actualização a 15.04.2008 Voltar ao topo